Nem sempre a gente perde, as vezes a gente acha

10:30


  Desde que eu me entendo por gente eu tenho uma tendência a perder as coisas, quando criança perdia brinquedos, cadernos, lápis, mais tarde comecei a perder roupas, documentos e dinheiro, mas quando as coisas são objetos tudo bem, a gente recupera não é mesmo? O problema é quando começamos a perder pessoas e sentimentos. Veja bem, eu nem sabia que isso era possível! Um dia meu mundo colorido pegou essa minha mania de perder tudo e acabou perdendo a cor, e de repente eu me vi na escuridão. 
  Tudo começou com uma briga sem sentido, você dizia que não tinha mais porquê ficarmos juntos e eu que nunca tive habilidade pra encontrar coisas, tentei encontrar motivos e desculpas para que você ficasse, meus esforços foram inúteis, você já estava decidido, ia ir embora e não tinha intenções de voltar. Eu fingi estar conformada, desejei que encontrasse alguém que lhe fizesse feliz já que eu não fui capaz, você disse que tudo ficaria bem, que poderíamos ser amigos, mal sabia você que eu já não acreditava em uma palavra do que dizia, perdi a confiança. 
  Tentei seguir meu rumo, mas quando o golpe é forte até quem nunca perdeu nada, acaba perdendo as forças. Então resolvi desistir, deixei o cansaço vencer e acabei me rendendo, por um bom tempo a única coisa que eu fiz foi chorar, não podia ver um filme de comédia romântica que já pensava em você entrelaçado comigo no sofá. Não podia pensar em boliche, que lembrava do dia em que você todo prestativo me ensinou a jogar, ou pelo menos tentou. É, as lembranças foram minha companheiras durante esse tempo de solidão. Eu havia perdido meus sorrisos, perdi meus sonhos, perdi o brilho nos olhos e aquela ânsia de viver...
  Até que um dia eu tive um sonho em que as coisas se ajeitavam pra mim, eu era feliz e bem sucedida, ao meu redor tinha muitas pessoas que me amavam, quando eu acordei notei que você não estava naquele sonho e então decidi dar um rumo pra minha vida. 
  Quando me reergui, vi que quem estava empatando a minha felicidade era você, por medo de te perder não me mudei, por medo de te perder deixei de falar com pessoas que eu gostava, por medo de te perder deixei de ser eu mesma, deixei de escrever, deixei de ler, você ocupava demais minha mente, e fez com que eu perdesse meu tempo. 
  E foi então que eu percebi o que a vida queria me mostrar, que ao te perder, eu iria me encontrar.

You Might Also Like

10 comentários

  1. Estou apaixonada pelo seu texto, de verdade, acho que era o que eu estava precisando ler a dias. Me identifiquei com tudo, cada frase. simplesmente perfeito :3
    http://luludeluxemburgo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Ana Luiza! Que bom que se identificou, espero que você também tenha se achado! ♥

      Excluir
  2. Oi, espero sinceramente que esse período turbulento tenha passado, às vezes fico ruim e sempre penso: por que? Eu tenho um emprego, estou fazendo faculdade, tenho um lar, família, amigos e um namorado que me ama. Não faz sentido eu ficar assim. Quando estiver mal, pense nas coisas boas que você tem na vida. Se cuida!

    http://eucurtoliteratura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Tainan, agora aprendi que tem certas coisas na vida pelas quais não se deve sofrer, é só deixar passar.. Foi o que eu fiz, o tempo me mostrou o que realmente vale a pena, hoje eu me achei e sei que não vou mais me perder ♥

      Excluir
  3. Perfeito texto. Quando li o texto fiquei curiosa pelo que você iria dizer, e me surpreendeu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Suzana, que bom que gostou! <3

      Excluir
  4. Muito bom o texto, gostei, as vezes precisamos perder certas coisas para ganhar novas ;)
    Gostei muito do seu blog

    Ariadne

    http://www.devoltaaoretro.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Deixa eu colocar a carapuça porque ela serviu perfeitamente rs.
    Hoje eu já me achei por completa e não há quem me ofusque. Mas nem sempre as coisas foram assim, né? Precisei me perder numa escuridão sem fim, onde eu só procurava por alguém que corria. Onde eu cheguei? Sabe onde a Samara de 'O Chamado' mora? Pois é, me encontrei ali, no fundo de um poço escuro.
    Mas Deus sempre mostra uma luz, né? E depois de me encontrar e encontrar o que realmente me faz feliz, eu vi essa luz.

    Venha conhecer http://jurodemindinho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que você tenha dado a volta por cima Laura. Há males quem vem para o bem, não é?

      Excluir